Principais tipos de pisos: vantagens e desvantagens

Principais tipos de pisos: vantagens e desvantagens

Categoria: Reforma e construção
Tempo de leitura:

Para realizar uma construção ou reforma é fundamental conhecer os tipos de pisos e suas vantagens/desvantagens.

Afinal, a seleção vai influenciar diretamente na praticidade da limpeza, na temperatura do ambiente e na decoração da sua casa.

Portanto, confira abaixo a seleção dos principais tipos de pisos disponíveis no mercado e suas características:

Piso cerâmico

  • Vantagens: 

O piso cerâmico é muito resistente e fácil de limpar, podendo assim receber grandes quantidades de água e diversos tipos de produtos de limpeza.

Sendo ideal para ambientes úmidos, como banheiros, cozinhas e áreas de festa. Assim, com uma boa instalação pode durar anos e anos sem precisar ser substituído.

Outra vantagem é o preço. Pois a cerâmica é um material acessível comparada aos outros pisos, além de ser fácil de instalar, o que também ajuda a diminuir o custo da mão de obra. 

  • Desvantagens:

É bastante escorregadio, principalmente quando está molhado. Se for cerâmica de baixa qualidade, pode acabar lascando e se o piso não for instalado em uma superfície perfeitamente lisa, pode vir a rachar com o tempo. Por ser um piso frio, não traz conforto térmico como a madeira.

Piso de porcelanato

  • Vantagens:

O piso de porcelanato também é um tipo de piso cerâmico, embora seja mais nobre. Ele chama atenção pelo acabamento polido que traz brilho e deixa o visual da casa mais sofisticado. Com fácil aplicação, ele pode ser instalado em qualquer ambiente.

  • Desvantagens:

Pouco prático, é muito suscetível a marcas, arranhões e manchas, por isso exige um cuidado maior dos moradores no dia a dia e na limpeza. Também não oferece conforto térmico. 

Piso laminado

  • Vantagens:

O piso laminado é ótimo para quem busca uma obra de baixo custo com aplicação rápida e fácil. É um material prático, simples de limpar e não arranha com facilidade.

Ideal para quartos e salas, funciona como um ótimo isolante térmico e acústico. Aliás, seu visual imita madeira, deixando os ambientes mais aconchegantes.

Desvantagens:

Não é resistente à água e não deve ficar em ambientes úmidos, como banheiros e cozinhas, assim como em ambientes internos exposto diretamente ao sol.

Piso de taco

  • Vantagens:

O piso de taco é resistente, possui alta durabilidade e, certamente com os cuidados certos, não mancha. É hipoalergênico e mantém a temperatura amena. Na decoração, traz um visual clássico, estiloso e aconchegante.

  • Desvantagens:

Sua instalação é demorada e a limpeza deve ser feita com cuidado, com produtos certos para madeira e sem água em excesso.

Piso vinílico

  • Vantagens:

O piso vinílico também imita madeira e apresenta diversas opções de tons. É bastante econômico e fácil de aplicar, sem sujeiras.

O dia a dia também é prático, pois o piso não acumula poeira e para limpá-lo, basta passar um pano úmido. O material é isolante acústico, como resultado temos uma diminuição nos ecos de sapato no piso e outros ruídos.

  • Desvantagens: 

O vinil risca mais facilmente, por isso que demanda um cuidado especial na hora de varrer, caminhar de salto, arrastar móveis, etc.

Outro porém é sua durabilidade, menor que os outros tipos de pisos. Dessa forma, o revestimento deve ser trocado dentro de 15 anos, em média.

Piso de cimento queimado

  • Vantagens:

O piso de cimento queimado é altamente resistente. Além disso, é ideal para quem procura uma obra rápida, pois sua aplicação é superprática.

Outra vantagem é a versatilidade: pois pode ser usado tanto em ambientes internos como externos e possibilita a escolha de diferentes cores, dando um visual moderno ao projeto.

  • Desvantagens: 

É bastante gelado e fica escorregadio quando molhado.

Exige aplicação de resina com base acrílica em cima da massa ainda úmida para maior durabilidade. Portanto, se ele não for impermeabilizado, corre o risco de ficar manchado pelo contato com líquidos. 

E agora, você se sente mais preparada(o) para escolher o piso ideal?

Lembre-se que o piso ideal é aquele que se encaixa melhor no seu projeto. Principalmente pelo ambiente em que você deseja aplicá-lo, do seu orçamento e do tempo disponível para a reforma.

E antes de tudo, procure um profissional de sua confiança para te ajudar a escolher a melhor opção. Certamente vai te poupar tempo e dinheiro!

Aproveite!

Assuntos que você pode gostar:

Gostou? Encontre uma Milium mais próxima a você!